TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE CASAMENTO NO VERÃO

O clima e o céu azul dessa estação instigam e inspiram os casais apaixonados.

O dia do casamento mexe com a imaginação de muita gente, afinal, quem não sonha em viver um dia inesquecível, ao lado do amado celebrando o amor na companhia de pessoas especiais? E para atender a todos esses anseios, os profissionais que atuam neste setor precisam estar prontos e preparados para ajudar as noivas em todas suas dúvidas e decisões.

O primeiro passo é marcar a data do tão sonhado dia, no entanto é necessário atentar-se aos mínimos detalhes, como a estação ideal para os noivos celebrarem o matrimônio.
O verão, considerado uma das melhores épocas para casar, com a possibilidade de usar roupas leves e o sol iluminando as fotografias deixam tudo mais propício. “Existem inúmeras vantagens para casar nesta época, que vão desde os recursos naturais que podem e devem ser explorados no cenário do evento, até as opções de frutas e flores, típicas do verão” – resume Larissa Coelho, gerente de eventos do Lugar 166.

Os dias quentes pedem por comidas mais leves e bebidas mais refrescantes, garantindo uma atmosfera mais tropical. Trabalhar com coquetéis de frutas, saladas, molhos leves, carnes magras, assim como substituir frituras por assados e optar por entradas frias é o mais indicado. “Recepcionar os convidados com jarras de água aromatizada é uma excelente opção, pois além de ser um gesto gentil e agradável também permite que a decoração da festa fique ainda mais colorida e charmosa.” – Destaca.

Um fator importante para os eventos no verão é se atentar ao local onde a festa será realizada, afinal, nesta época ocorrem muitas pancadas de chuva – principalmente no fim da tarde e ninguém quer ser pego de surpresa por uma tempestade, não é mesmo!?

Ainda falando sobre o ambiente, Larissa Coelho reforça que as luzes e flores também influenciam muito na temperatura do local. Cores mais fechadas geralmente causam a sensação de aconchego e aquecimento. Então, investir em flores do campo com cores mais alegres e muito verde darão a sensação de frescor.

E para que este momento seja inesquecível, os noivos devem investir na contratação de profissionais com boas referências para não terem problemas no dia. Buffet, DJ,
fotógrafo e decoração, doces, lembranças, enfim… tudo deve ser planejado com calma. É preciso conhecer os serviços, a qualidade deles e principalmente ter referências, para que a recordação seja repleta de bons momentos e sem nenhum stress. “No dia do casamento, é natural que os noivos fiquem inseguros e ansiosos, mas apenas pelo o que a data representa e não com receio de que algo possa acontecer de errado!” – finaliza Larissa Coelho.

QUAIS DRINKS DEVEM COMPOR A MINHA FESTA?

Saiba mais sobre quais opções escolher na hora de realizar a sua festa

Realizar uma festa é algo prazeroso e que requer muito cuidado. Além da temática, lista de convidados, decoração e os comes, as bebidas são itens consideráveis durante toda a festa, por isso é importante seleciona-las com muito carinho. Claro, que os pedidos podem variar dependendo da faixa etária e da preferência do contratante, e é o que explica o Fabio Paulo Araujo, um dos sócios da Strike Bartender, parceiro do Lugar 166.

Normalmente em festas de público Teen (15 anos), o cardápio é composto por diversos drinks sem álcool e deliciosos coquetéis de frutas, geralmente os mais pedidos são os com leite condensado em sua composição, como por exemplo, o Sensação de Morango. O público um pouco mais velho, dos 30 aos 40, não deixa de lado o famoso “drink da caneca”, chamado Moscow Mule, que está super em alta. Já os 40+ optam pelos tradicionais como Bloody Mary, um coquetel com a base alcoólica vodca e que oferece uma proposta mais peculiar. E para aqueles que possuem em torno de 50 anos a caipirinha tradicional, feita de cachaça e limão, não sai de moda!

Outra dica para escolha mais assertiva dos drinks, é respeitar a estação que será realizada a festa. Se por exemplo o clima estiver mais frio, como no Outono ou Inverno, opte por drinks como Raízes do Brasil, sua base alcoólica é feita de cachaça envelhecida, e além dele, o clássico Negroni. Para os amantes de café que gostam de saborear drinks quentes, o Coffee Drink combina chantilly, caramelo e creme de chocolate com menta. Nas estações quentes como Primavera e Verão, nada melhor que um Gin Tônica bem preparado, acompanhado de limão siciliano e um pouco de zimbro. Esse drink, além de ser tradicional traz especiarias que são a cara do climinha tropical. E claro, não podemos deixar de mencionar os drinks com espumante, como o Aperol Spritz, que tem uma cor marcante e o sabor também!

“Nós da Strike Bartender, apresentamos aos clientes, cardápios pré-elaborados com as opções de drinks, entre os Clássicos e os Exclusivos do Strike e, durante a degustação, podemos realizar algumas modificações, caso seja necessário, para que o menu esteja de acordo com o perfil do evento. É possível personalizar o nome do drink, fazer combinações com a fruta preferida da pessoa e até mesmo elaborar uma produção diferenciada.”

FESTA CORPORATIVA: CONHEÇA ALGUNS CUIDADOS NA HORA DE DEFINIR O EVENTO

Empresa e funcionários precisam estar atentos ao estilo do evento.

Chega o fim do ano, e com ele, os inúmeros convites de encontros, reuniões, festas e amigo oculto. Afinal, o saudosismo típico dessa época é a principal motivação das pessoas para celebrarem mais um ano de amizade, parceria e profissionalismo. “Quando falamos de encontros e festas mais íntimas, fica mais fácil, mas quando falamos de festas corporativas, é preciso levar em consideração outros elementos” – pontua a gerente de eventos do Lugar 166, Larissa Coelho.

Geralmente, é durante esse evento que os diretores apresentam os números e as projeções para o ano seguinte, sendo também, o momento ideal da empresa em demonstrar todo o seu carinho com os funcionários. “Por isso, antes de definir o local e o cardápio do evento, deve-se levar em conta qual é o perfil da empresa; qual a mensagem que a diretoria quer transmitir e se será possível levar acompanhantes. Depois disso, começamos a afunilar os detalhes: será algo mais despojado, temático ou um jantar mais comportado?” – resume.

Agora, Larissa, que acompanha diversos eventos por ano dá algumas dicas: “Lembre-se: a festa vai durar apenas algumas horas, mas o seu trabalho vai continuar. Pensando nisso, procure evitar usar roupas muito extravagantes, chamativas ou que cause algum constrangimento. Mesmo sendo uma festa, não se pode esquecer que é uma festa corporativa e que haverá amanhã” – brinca.

Outra grande dica se dá no comportamento. Evite beber demais para não passar situações constrangedoras, como pedir aumento para o chefe, dar em cima daquela ou daquele colega de trabalho, falar mal de algum procedimento dentro da empresa. “Para evitar tais situações, orientamos as empresas a servirem também coquetéis sem álcool, água aromatizada ou sucos. Muitas pessoas perdem a noção nas festas e acabam dando vexame, virando piada para todos durante muito tempo” – comenta.

O estilo musical que tocará durante a noite, também faz toda a diferença. Por se tratar de um evento corporativo, evite músicas com palavreado que pode constranger alguns funcionários. “Opte por uma “playlist” variada, que traga sons mais leves e dançantes, para agitar todos e não deixar ninguém parado, mas sempre alinhado às regras da empresa” – pontua.

Lembre-se o importante é curtir o momento, aproveitar o ambiente descontraído e tentar se aproximar daquele colega do departamento ao lado. Desfrutando do evento e fazendo novos amigos para que o próximo ano seja ainda melhor.  

HALLOWEEN, NO BRASIL TAMBÉM PODE CELEBRAR ESSA DATA?

Por Larissa Coelho, gerente de eventos do Lugar 166

Apesar de ser uma festa tradicionalmente americana, no Brasil, o Dia das Bruxas vem ganhando força e incentivo dos adultos que usam e abusam das fantasias de bruxinhas, monstros, vampiros e personagens de filmes como Noiva Cadáver e Zumbis. Afinal, nesta época, está liberado se fantasiar, sejam crianças, adultos, homens ou mulheres, sem preconceito e sem pudor.

Por isso, além das brincadeiras que acontecem em ruas e condomínios, onde a criançada sai pedindo doces e fazendo travessuras típicas da idade, os adultos procuram se aventurar em eventos fechados inspirados na temática da data, trazendo toda a referência desse dia para a comemoração. Por aqui, procuramos imergir o contratante e seus convidados no mundo da fantasia e imaginação.

Normalmente, buscamos – com o auxílio de nossos parceiros- as melhores opções para suprir toda a necessidade do anfitrião. A preocupação envolve tudo o que é visual, e nos atentamos em todos os detalhes. Quando se trata de decoração, podemos brincar com os elementos e imaginar cenários diferentes, combinando desde as luzes como os enfeites de mesa. Nas festas de Halloween, normalmente colocamos por todo o salão, teias de aranhas, caveiras e abóboras, puxando para o tom do laranja, vermelho, roxo e preto, criando um ambiente sombrio como o Castelo do Drácula, por exemplo.

Quando o assunto é a gastronomia, na hora de escolher o Buffet e os drinks, ainda é possível continuar na brincadeira servindo lanches com formatos diferentes e bebidas com cores peculiares, como por exemplo, o suco de tomate, que faz uma analogia ao sangue bebido pelos vampiros.

Além disso, investir em uma super decoração na mesa de doces e do bolo é a “pimenta do reino” da festa! Coloque abóboras, doces coloridos, chocolates, pirulitos e torne tudo o mais atrativo para os convidados e ao mesmo tempo assustador.

EM TEMPOS DE REDES SOCIAIS, CONTRATAR UM FOTÓGRAFO PROFISSIONAL AINDA É UM INVESTIMENTO?

Saiba o que levar em consideração na hora de contratar um fotógrafo.

Com a onda dos smartphones, das lives e dos conteúdos de foto e vídeo rolando solta nos eventos sociais e corporativos, o contratante começa a ter dúvidas se vale a pena contratar um fotógrafo profissional para o seu evento. E a resposta pode ser simples: tudo passa muito rápido e só alguém que não está envolvido emocionalmente com aquela ocasião pode registrar os melhores momentos.

Segundo Gustavo Coelho, fotógrafo responsável por registrar todos os detalhes das comemorações que ocorrem no Lugar 166, a foto é indispensável. “Depois que a festa acaba e mesmo que todas as lembranças estejam na memória, uma foto serve como aconchego para a alma, fazendo com que venham à tona as lembranças daquele momento. Quanto valeria hoje, por exemplo, uma foto do casamento dos seus bisavós? Hoje em dia o bem mais precioso que temos é o tempo, e com a fotografia, podemos congelar momentos incríveis” – garante.

Mas a foto é composta por outros elementos, a decoração e o ambiente também devem ser pensados de acordo com o que você está querendo transmitir naquele momento. Como tudo será fotografado, é ideal que seja algo que você se sinta bem de olhar daqui alguns anos e que tenha lembranças positivas. “Pense em algo que depois de 30 anos você vai ver e se orgulhar. Pense em decorações atemporais. O fotógrafo tem que se adaptar ao que vocês escolherem e com olhar minucioso, aproveitar os melhores ângulos e os melhores momentos”.

Ainda segundo Gustavo, gastar cerca de 10 minutos tirando fotos protocoladas faz toda a diferença na hora do álbum impresso. “Muitos casais estão querendo abolir as fotos posadas com família e padrinhos alegando que perdem momentos importantes da festa, mas essas fotos são importantes para a posteridade. Então meu conselho como fotógrafo é: gaste um tempinho para estas fotos e escolha um local mais reservado do casamento e sem muitos elementos de fundo”.

Combine também com o fotógrafo, quais serão os principais momentos do evento e as pessoas chaves, de modo que você não precise ficar correndo atrás do fotógrafo, um bom profissional sempre estará ao seu lado registrando todos os detalhes.

Mas, vale ressaltar os cuidados que devem ser tomados na hora de contratar um fotógrafo profissional, principalmente pela importância do papel dele durante a festa. “Sempre busque referências dos profissionais. Pesquise, ache um fotógrafo que tenha seu estilo, que tenha afinidade e conexão. Ele fará parte de um dos momentos mais importantes da sua vida. Desconfie de profissionais com o custo muito baixo. Bons equipamentos, bons profissionais e capacitação custam caro para garantir o melhor resultado. Pense nisso na hora de escolher e boa festa”

BEM NASCIDOS, UMA EXCELENTE E DOCE OPÇÃO DE LEMBRANCINHA

Essa iguaria tradicional das festas de casamento, ganhou força entre as futuras mamães!

O doce que ganhou fama pela seu formato e simbolismo, já faz parte de diversos momentos especiais. Começou sendo representativo em festas de casamento, selando e abençoando os noivos, já que o bem-casado representa a união de duas partes seladas pela cumplicidade e respeito mútuo.

Em suas diversas vertentes, passou a fazer parte também de festas corporativas, denominado bem-sucedido e em chás de bebês e lembrancinha de maternidade, caracterizados como bem-nascido. Nestes eventos, além dos enfeites minimalistas, confeitos coloridos, balões com formatos e cores diferentes, os bem-nascidos vêm ganhando força entre as mamães que querem uma opção fiel e saborosa para os seus convidados.

Segundo a Nany, do Atelier Alessandra Tonisi, o bem nascido também é uma ótima opção para quem quer decorar. As embalagens são escolhidas de acordo com o tema da festa e contribuem de maneira singular para a decoração. Se ele for utilizado como lembrancinha, incluímos uma tag, com o nome do bebê e a data da comemoração. Afinal, tudo neste momento é pensado em prol desse novo membro e o simbolismo que o doce traz, cabe perfeitamente nessa celebração.

Embora o processo de fabricação seja o mesmo, o recheio, a embalagem, o formato e a maneira como eles compõem o evento é que faz a diferença. Até porque o simbolismo que o doce representa é o que importa. Segundo a tradição, todos aqueles que  saborearem o bem-nascido estarão sendo abençoados com a mesma sorte.

“Os nossos doces são produzidos com ovos pasteurizados, uma característica para que o aroma marcante do seu principal ingrediente não se sobreponha aos demais, os recheios podem ser variados e a calda de açúcar, algo tão delicado e quase imperceptível, tornam o nosso bem nascido muito leve e delicado, como o momento pede. Entre as opções de recheio, os mais pedidos são os de limão, churros, doce de leite tradicional, nozes, pistache e nutella” – finaliza Nany, do Atelier Alessandra Tonisi e parceira do Lugar 166.

LUA DE MEL. O QUE É PRECISO LEVAR EM CONTA?

Mais do que conhecer um destino paradisíaco, combinar o local de acordo com o orçamento é essencial para tornar a viagem completa e inesquecível!

Além da cerimônia e da festa de casamento, a Lua de Mel pode ser considerada um marco na vida do casal, afinal, ela se torna responsável pelo fechamento de um ciclo de festas e comemorações e dá início a uma vida a dois. Por isso, ela tem tanta representatividade na vida dos pombinhos. “Quando os casais chegam até aqui para fechar a sua festa de casamento, são tantos sonhos envolvidos e tantos planos, que a viagem, se torna apenas mais um deles e tão importante quanto” – garante a gerente de eventos do Lugar 166, Larissa Coelho.

De acordo com a especialista da RBC Tur, Débora Pina, quando um casal começa a definir o destino da viagem é preciso avaliar pontos importantes para que a viagem não gere frustrações. “Existem diversas considerações que devem ser feitas, principalmente no que diz respeito aos gostos pessoais de cada. Além de decidir entre: frio ou calor; neve ou praias paradisíacas; contato com a natureza ou pontos turísticos; o casal precisa ter muito claro qual o período da viagem; bem como qual será a verba destinada para a Lua-de-Mel. Só assim, os noivos estarão mais próximos de realizar esse sonho do jeito que ele pede”.

Gosto sempre de destacar que existem roteiros que só valem a pena se forem realizados no verão, outros, em determinados períodos, é preciso evitar pela incidência de furacões, por exemplo. “Durante a escolha da viagem, o tipo de ambiente que o casal está disposto a ir, também deve ser discutido. Será uma viagem romântica ou com opções de balada para curtir a noite? Tudo deve ser pensado nos mínimos detalhes, para que a experiência seja além de proveitosa, inesquecível” – garante.

Depois de decidir a temperatura da viagem e o tipo de ambiente, o último e grande fator em relação à escolha, se dá no valor do orçamento. É essencial que o casal coloque tudo na ponta do lápis, desde as despesas de passagem e estadia até mesmo gastos com alimentação e passeios, e claro, as lembrancinhas que gostariam de trazer. Dessa maneira, fica mais fácil de filtrar os destinos mediante ao valor de investimento.

Uma viagem marcante, como a de Lua de Mel, deve ser personalizada, organizada e planejada com antecedência para que todos os momentos vividos neste período gerem memórias inesquecíveis. Chegar à agência de turismo com essas prioridades definidas, facilita na escolha do destino e garante uma viagem maravilhosa, que só irá intensificar a união desse novo casal” – finaliza Débora Pina, gerente da RBC Tur filial São Paulo e parceira do Lugar 166.

FESTA TEMÁTICA, O QUE PRECISO SABER?

Não importa a temática, a criatividade e a escolha dos parceiros certos, tornará tudo mais prazeroso e realista.

As festas temáticas são excelentes opções para sair do senso comum e explorar a criatividade. Porém, para que elas atinjam o objetivo proposto é importante que os anfitriões prestem atenção em alguns detalhes e não pequem nem pelo excesso, muito menos, pela ausência de elementos importantes.

E para que nada fique fora de contexto, a gerente de eventos do Lugar 166, Larissa Coelho dá algumas dicas. “Geralmente as pessoas acham que para realizar uma festa temática será necessário dispor de um maior investimento, mas com criatividade e alguns ajustes, o evento consegue trazer uma atmosfera envolvente e diferente, que é o fator principal” – resume.

Vale destacar que os itens visuais, que compõem principalmente o cardápio, as vestimentas e a decoração possuem forte relevância no contexto das festas temáticas.  “ As Festas de Halloween, por exemplo, pedem suco de tomate que lembram sangue; já as festas neon precisam de muitos itens florescentes como copos, enfeites e detalhes na pista de dança; e nas tradicionais festas dos anos 80/90 o famoso ponche marca presença em copos coloridos” – pontua Larissa Coelho.

Embora o tema da festa seja determinado pelo gosto pessoal do anfitrião, não podemos esquecer que nem sempre as pessoas querem investir em fantasias ou adereços, e acabam deixando de participar do evento por esse motivo. “Para estes casos, sempre sugiro que o anfitrião opte por festas onde ele fique responsável por contribuir com alguns itens que ajudarão a compor o cenário, como por exemplo, um baile de máscaras, onde as máscaras serão disponibilizadas pelo dono da festa. Assim, todo mundo se diverte sem muitas preocupações! ” – garante.

Diante dessa demanda, os espaços para eventos estão cada vez mais atraindo pessoas que buscam, neste tipo de festa, o tema ideal para celebrar datas marcantes, como aniversários de 18, 30, 40 anos; despedidas de solteiros; entre outras festividades. O Lugar 166, há 15 anos atuando na realização de festas sociais e corporativas, garante que a escolha de um bom tema, atrelado a criatividade da equipe no que diz respeito a decoração, gastronomia e setlist, torna o evento personalizado e inesquecível. “Nós oferecemos toda a estrutura de maneira confortável e personalizada, assim conseguimos suprir qualquer demanda, independente da temática” – conclui.

VOCÊ SABE COMO CALCULAR A QUANTIDADE IDEAL DE BEBIDA PARA UMA FESTA?

Previna-se para que não falte nada aos convidados nesse dia tão importante

Festa é sinônimo de alegria e diversão e para que tudo saia perfeito, é importante que todos os itens estejam alinhados com a quantidade de convidados e com o estilo do evento. Mas como planejar a compra para não haver desperdício e nem falte nada? Quem nunca se viu nesse dilema com relação as bebidas que atire a primeira pedra. 

Segundo Alessandra Macario, da Empório Borges parceira do Lugar 166, não existe uma regra para determinar o consumo das bebidas, mas ao longo de muitos anos trabalhando neste segmento, é possível fazer um cálculo com base no perfil dos convidados, idade e tipo de confraternização. Além claro, do nosso feeling

A dica mais importante que dou é escolher produtos que agradem ao paladar da maioria e para não errar, opte por bebidas tradicionais como vinho, whisky, cerveja e espumante, as queridinhas de qualquer evento. As bebidas da moda, podem ajudar a compor o cardápio, mas não são obrigatórias.

E lembre-se que quanto mais variedade, maiores são as chances de desperdício. Claro que nem todos os convidados irão beber de tudo, alguns optarão apenas pela sua bebida predileta, outros, nem tocarão na parte alcoólica. Mas é bem comum que a maioria irá pelo menos, provar um pouquinho de tudo!

Geralmente trabalhamos com a seguinte média: uma garrafa de Espumante ou Prosecco para cada dois convidados; 18 garrafas de vinho tinto atendem tranquilamente até 100 pessoas e duas unidades (long neck) de cerveja para cada convidado.

Sempre reforço que o garçom é peça fundamental para que não haja desperdício, visto que ele deve ficar atento as mesas que estão consumindo mais e as que acabam deixando os copos de lado. Desta maneira, é preciso adequar o serviço ao estilo do evento e o perfil dos convidados e claro, nunca deixar faltar nada!

Para isso, a segunda e tão importante dica é: nãoesqueça de incluir alguns convidados a mais, por exemplo, o novo namorado a sua prima, o enteado da melhor amiga, entre outras pessoas que podem “aparecer” no dia do evento. Dessa maneira é possível traçar um parâmetro do que servir e chegar o mais próximo do consumo real, tanto em comidas como em bebidas.