Dicas para festa de noivado

O noivado é o evento que antecede o casamento e anuncia um passo importante na vida de duas pessoas, pensando nisso, decidimos elaborar algumas dicas para você que está preparando a sua festa ou que busca inspiração para quando esse momento chegar!

Mas afinal, o que é uma festa de noivado?

É uma forma especial de comemorar a data em que o casal celebra a união e o amor junto a familiares e amigos, uma prévia intimista do casamento, e o primeiro passo para preparar a sua festa de noivado é a escolha do local. Precisamos falar qual o lugar ideal?

O Lugar 166 é um espaço completo que oferece tudo o que você precisa, desde assessoria completa até a gastronomia para que esse momento seja especial. Nossa equipe está sempre preparada para surpreender e transformar a sua noite dos sonhos em realidade. 

O segundo passo é a decoração! 

A decoração pode ser simples, intimista e não precisa necessariamente ser muito elaborada. Mas não confunda as coisas! Isso não significa que ela não precisa ser pensada e planejada, muito menos feita sem o estilo do casal. É possível decorar a sua festa com muito bom gosto sem fugir do seu orçamento e ainda assim transmitir tudo o que deseja através da decoração do espaço escolhido para a festa.

Em seguida, a nossa parte preferida: o cardápio!

Jantar, queijos e vinhos, tábuas de frios, brunch (se optar por festa de dia). O cardápio deve estar sempre de acordo com o mood da festa e também dos noivos. Se decidir optar por um brunch, busque por opções frescas e que combinem com os eventos ao longo do dia. O cardápio é um dos pontos principais do evento e, mais uma vez, aqui você pode contar com a nossa equipe para elaborar um cardápio com variedade e requinte.

Por fim, o bolo! Esse não é um detalhe exclusivo das festas de casamento! O bolo, como explicamos aqui, é uma das principais formas de expressar o conceito da festa, por isso devemos preparar a mesa e escolher com carinho cada detalhe para expressar a personalidade do casal

Com essas dicas você já pode planejar sua festa de noivado! Entre em contato com a gente e agende sua visita!

Bolo de Casamento: história e curiosidades

Atualmente o bolo é peça importante nas festas de casamento, mas ele nem sempre fez parte dessas celebrações, confira com a gente algumas curiosidades sobre este tema!

O bolo atualmente é parte tradicional e essencial da festa de casamento, mas esse hábito demorou para se tornar tradição. Na Roma Antiga, o principal prato da festa era um tipo específico de pão, que levava como ingredientes água e sal que era utilizado durante a cerimônia, onde o noivo amassava o pão na cabeça da noiva, e quanto mais o pão esfarelava, mais sorte o casal teria. Semelhante ao hábito de se pegar o buquê, os convidados corriam para apanhar as migalhas que caíam no chão, esperando que o ato trouxesse sorte e uma vida próspera. 

O pão também fez parte das festas de casamento na Inglaterra Medieval, mas com uma atenção maior à sua apresentação, que se parecia muito com os tradicionais profiteroles franceses, empilhados em formato de torre – comumente chamados de Croquembouche, receita tradicional nos casamentos na França – e normalmente eram trazidos pelos convidados. 

E o bolo ainda demorou para aparecer. A torta salgada, ou a “Torta da Noiva”, era o prato principal dos casórios no século XVII, ele era largo e levava carnes e especiarias como principais ingredientes, mas podendo também ser recheada com pão doce. Em seu centro, era colocado o anel da noiva, e se acreditava que o convidado que o encontrasse seria o próximo a se casar.

Os doces só começaram a ganhar popularidade quando o açúcar ficou mais acessível, mas enquanto isto não acontecia os primeiros bolos não eram muito doces e elaborados, mas em compensação, principalmente na Inglaterra, levavam frutas e nozes em sua composição. 
A tradicional cobertura açucarada e a figura do bolo como conhecemos hoje se popularizou após o avanço dos processos de refinação do açúcar, e por um bom tempo foi considerada sinônimo de riqueza, principalmente porque era muito comum encontrá-los em festas de casamento da realeza; a versão clássica hoje utilizada nasceu no casamento da rainha Victoria, no ano de 1840, tornando o famoso glacê real um dos principais requisitos das mesas de doces.

E quanto ao ritual de se cortar o bolo em conjunto? Bom, ainda é incerto o seu motivo, porém a história mais conhecida é a de que a noiva precisaria de ajuda para cortar as camadas do bolo, que começaram a ficar mais duras por conta das coberturas muito mais elaboradas. Hoje, esse costume simboliza a cumplicidade e o amor entre o casal; o que faz muito mais sentido, não é mesmo?
No Lugar 166, o bolo e a mesa de doces compõem o design para uma festa linda e cheia de carinho. Entre em contato com a gente e planeje sua festa ou casamento!

Saiba tudo sobre Micro Wedding: a tendência pós pandemia

Com a pandemia, novas formas de celebrar casamentos ganharam forças e uma delas é o micro wedding. Mas o que é um micro wedding? Confira tudo neste artigo de Larissa Coelho, gerente do lugar 166.

Saiba mais…

Como escolher o melhor estilo para o seu casamento

A escolha do estilo de casamento se tornou tão importante quanto a escolha do vestido. Nos dias de hoje não ficamos mais só nos clássicos, temos os folk, temáticos, rústicos e muitos outros. Se interessou? Confira lá no nosso blog algumas sugestões para deixar seu casamento ainda mais especial.

Saiba mais…

Casamentos no “novo normal”: Como serão os casamentos pós coronavírus?

Como será o planejamento das cerimônias pós pandemia? Sem dúvidas, com o coronavírus os casamentos irão mudar, por isso te trazemos uma prévia do que se pode esperar no “novo normal”.

Casamentos no "novo normal": Como serão os casamentos pós coronavírus?

A pandemia causada pelo Coronavírus afetou o setor nupcial de uma maneira significativa e muitos casais tiveram que adiar seus casamentos devido a incerteza de não saber o que passaria nos próximos meses. Apesar disso, os brasileros não estão dispostos a cancelar suas cerimônias e a previsão é que 2021 seja um ano de agenda cheia, por juntas os casamentos adiados de 2020 e os que naturalmente aconteceriam no ano que vem. Mas afinal, como serão os casamentos no chamado “novo normal”?

Casamentos adiados: novo formato no “novo normal

O que está claro é que os casamentos vão se transformar e se adaptar as novas necesidades e circunstancias. No Zankyou realizamos uma pesquisa em que comprovamos que 82,5% dos casais adiaram suas datas de casamentos devido a preocupação de que seus convidados não pudessem comparecer neste momento tão especial. Um das boas notícias deste momento é que a maioria dos casais (67,3%) receberam facilidades e apoios por parte de seus fornecedores para a mudança de data. Em nossa pesquisa realizada com mais de 300 profissionais de casamento, 87% asseguraram que estão oferecendo mudanças de datas e ajudando os noivos como podem. Confira abaixo novas tendências que chegaram para ficar no “novo normal”.

Saiba mais…

10 razões para escolher se casar no meio da semana

Por Larissa Coelho, gerente de eventos do Lugar 166

A pandemia global tem afetado todos os casais que planejavam se casar a partir do segundo trimestre de 2020, fazendo-os enfrentar desafios únicos e inéditos, incluindo o adiamento das cerimônias religiosas e das festas. Tradicionalmente, as sextas e aos sábados são os queridinhos dos noivos. Mas, as vagas para estas datas têm ficado cada vez mais escassas e agora, com essa alta demanda como conciliar as agendas e não deixar nenhum casal sem realizar o tão sonhado casamento?

Aqueles que estavam de casamento marcado e precisaram adiar, estão sem muitas opções e aqueles que querem aproveitar para reservar uma data, também. Segundo Larissa Coelho, gerente de eventos do Lugar 166, neste momento, o ideal é optar por outros dias da semana, deixando de lado as mais concorridas. Mas antes que você torça o nariz, a especialista separou uma lista de vantagens para os casamentos serem realizados durante a semana. No início, poderão surgir algumas preocupações, no entanto, ela irá mostrar inúmeros benefícios. Aqui estão a dez principais razões pelas quais você deveria considerar essa nova realidade:

Leia mais

6 maneiras de apoiar seus fornecedores durante o isolamento social

Passamos por um momento que pede a empatia de todos. Saiba como vocês noivos podem apoiar seus fornecedores de casamento sem sair de casa!

Se você estava com o casamento marcado e teve que adiar os planos por conta da pandemia mundial do coronavírus, você provavelmente está passando por um momento bastante difícil, repleto de sensações estranhas. Afinal, sabemos que planejar um casamento é algo complexo que vai além da contratação de serviços. 

Estamos falando de sonhos, de vários sentimentos e principalmente no desejo intrínseco que nada dê errado. Mas calma, se te conforta, acho importante dizer que seus convidados, amigos e fornecedores certamente estão experimentando a mesma sensação de medo e incertezas. Esse último grupo, além de estar preocupado com os casamentos e eventos adiados precisam trabalhar a insegurança de ter que lidar com o próprio negócio neste momento. E com tantas cerimônias adiadas, é provável que muitos fornecedores sejam afetados diretamente neste momento.

Leia mais

VOCÊ SABIA QUE CADA RITUAL TEM UM PROPÓSITO?

Não existem regras ou imposições, mas os rituais estão cada vez mais frequentes nos casamentos.

O dia do casamento é um dos ápices da vida de um casal e apesar das características tradicionais que envolvem o evento, é possível deixa-lo ainda mais emocionante com a realização de rituais personalizados. Com isso, os noivos conseguem fortalecer os laços de amor tornando o evento único e cheio de simbolismo.

“Ficar mais próximo do parceiro, celebrar com amigos e familiares, falar sobre amor, emocionar ou simplesmente escolher algo que seja marcante, são alguns dos motivos que levam a realização dos rituais. Neste quesito não há regras, nem nada proibido. O importante é que o casal escolha algo que os represente, afinal, cada ritual passa uma mensagem diferente, basta escolher a que tem o seu estilo!” – resume Fernanda Lobo, cerimonialista e uma das parceiras do Lugar 166.

Se a intenção dos noivos é envolver todos os convidados com detalhes da história do casal, vale investir na cerimônia da narrativa. Para isso, a cerimonialista terá um papel fundamental para eternizar estes momentos em palavras. Alguns dias antes da cerimônia ela conversará com os noivos, melhores amigos e pais, a fim de reunir detalhes importantes, especiais, inusitados e divertidas do casal. Com isso, uma outra história deverá ser construída para o grande dia.

“Este ritual é inspirador. Afinal, é através dele que as pessoas conseguem enxergar a história do casal, por um outro ângulo. São descobertos hábitos, manias o jeitinho de cada um ver o mundo com qualidades e defeitos, traz um tom humano para o evento. Através de uma narrativa bem construída, os convidados se envolvem e se emocionam” – garante.

Mas, se a intenção é fortalecer os votos de união, a cerimônia da areia é fundamental para representar a união indissolúvel dos noivos. Embora não haja exatidão no surgimento desse ritual, todos concordam que ele serve como uma importante simbologia. Quando as areias são unidas, elas jamais poderão ser separadas homogeneamente, ou seja, sempre um levará algo do outro e que daquele dia em diante, os dois, se tornam um.

Esse ritual funciona da seguinte forma, os noivos possuem, cada um, um vaso ou copo com areia colorida. E durante o ritual, ambos derramam suas areias em um recipiente maior, para que aconteça a união entre elas, simbolizando a união e amor do casal. Durante todo o processo o cerimonialista acompanha o ritual com palavras de amor e ternura e explica o significado dessa linda junção para que os convidados possam compreender.

“Muitos casais optam por compartilhar esse momento com familiares e padrinhos. Com isso, eles também podem depositar a areia no frasco, tornando um símbolo de união dos noivos junto com as pessoas queridas, fazendo o casamento ser ainda mais especial e a união, eterna” – pontua.

Se a intenção está em trazer algo diferente, a cerimônia de velas, que também é conhecida como cerimônia da luz costuma entrar em cena. Para realizar esse ritual são usadas três velas: uma representando a família da noiva, outra a do noivo e a terceira será acessa para representar a nova família que será construída a partir dessa união. Primeiro, os pais dos noivos acendem, cada um, a vela de sua família e a entrega aos seus filhos. O casal então une as duas chamas e acende uma nova vela no altar. É neste momento que os dois se tornam um só.

“O fogo representa o espírito, a chama do amor, a paixão e a vida. Esse ritual também é muito utilizado em casamentos coletivos pois inclui, de forma física ou simbólica, a presença dos familiares no altar”.  

Para os casais mais místicos, a dica é incluir um ritual que seja ligado a energia da natureza, como a cerimônia das pedras que reúne amigos, familiares e muita energia positiva em prol dos noivos, além de resultar em um lindo objeto de decoração.

Durante o ritual, cada um coloca o seu melhor sentimento junto com a pedra em um pote que ficará sempre com os noivos.  Nesta cerimônia, os envolvidos são recepcionados no altar com uma pedra e o cerimonialista solicita que eles mentalizem todo o amor e bons sentimentos pelos noivos. Depois, colocam suas pedras em um recipiente e, junto com ela, sua mais forte qualidade e sentimento. Por último, os noivos depositam a sua pedra e o resultado é uma peça única que, além de decorativa estará sempre exposta pelos noivos, lembrando-os de todos os sentimentos e boas energias que foram colocados lá dentro, por todos aqueles que amam e desejam felicidades ao casamento.

“Existem vários outros rituais, alguns mais conhecidos outros menos, mas o que também anda acontecendo durante a celebração do casamento são ritos personalizados, onde os noivos se dedicam a desenvolver algo único que os representa verdadeiramente. E isso é ótimo, porque cria uma atmosfera envolvente no evento” – finaliza Fernanda Lobo.

TRADIÇÃO OU SUPERSTIÇÃO? CONHEÇA AS MAIS COMUNS EM RITUAIS DE CASAMENTO

Por Larissa Coelho, gerente de eventos do Lugar 166.

Desde jogar o buquê até o fato de usar algo velho, novo, emprestado, e na tonalidade azul, os costumes de casamento ainda são tão populares que até mesmo as noivas mais modernas fazem questão de praticá-los. Afinal, quem quer correr o risco de começar essa nova fase com alguma má sorte? Superstição ou não, as noivas do Lugar 166 não costumam pagar pra ver.

Pensando nisso resolvi reunir algumas dessas tradições maravilhosas, para que você possa conhecer a origem e avaliar se ela combina com o seu estilo.

Veja mais

VOCÊ SABE A DIFERENÇA ENTRE AS BODAS DE CASAMENTO?

Por Larissa Coelho, gerente de eventos do Lugar 166.

Muitos casais amam celebrar os seus aniversários de casamento, a fim de renovar os laços e fortalecer o comprometimento de ambos com o matrimônio. O que muitos não sabem é que essa comemoração surgiu na Alemanha, onde nos pequenos povoados, os casais que chegassem aos 25 anos ganhavam uma coroa de prata e os que completassem 50 anos de união, ganhavam uma coroa de ouro…

Veja mais